06 janeiro 2010

PROPÓSITOS DE DEUS OU NOSSOS PROPÓSITOS?

“Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito” Rm 8. 28

Todo novo ano é a mesma coisa. Surge em nossos corações um novo projeto de vida, ou, quando menos, uma revisão do que já fora traçado no início do ano que se finda. Isto, porém, causa-nos angustia quando, a cada ano, não conseguimos realizar o mesmo, ou ainda pesado sentimento de culpa quando percebemos não ter uma vida segundo o propósito de Deus.

Mas, será que sabemos qual é o propósito de Deus para nossas vidas? Será que, ao traçarmos nossos caminhos, o fazemos em um papel manteiga colocado por cima dos já traçados por Deus, de forma que nosso desenho não fuja do já proposto pelo Senhor? Ou causamos tristeza ao coração de Deus, devido o fato de, como povo Seu, pecarmos por falta de conhecimento de Sua Pessoa e de Sua vontade (Oseías 8.4)?

Propósitos de vida! Diariamente ouço campanhas nos rádios e vejo faixas convidando as pessoas a irem às Igrejas, e fazê-los nos primeiros dias de cada ano. Mas, é uma pena que, chegando nestas igrejas, as pessoas sejam convidadas a apresentarem os seus propósitos a Deus, e não a descobrirem que planos Deus tem para suas vidas.

Este tipo de procedimento leva, cedo ou tarde, à frustração com Deus. Pois as pessoas são conduzidas ao aprofundamento, não do conhecer de Deus, mas de um desconhecimento cada vez maior de Sua pessoa, e a um distanciamento de Seus propósitos eternos – pois são induzidas a permanecerem na busca da satisfação de seus próprios desejos, e não à liberdade em Cristo.

Desta forma, creio que o melhor não é iniciarmos 2010 apresentando nossos planos para Deus. Ele já nos disse, em Sua palavra, os conhecer antes mesmo de os pronunciarmos com nossos lábios (Sl 1.6; 37.18; 103.14 e 139.4). O melhor é perseverarmos em conhecer e prosseguir conhecendo ao Senhor, e aos Seus propósitos, os quais não podem ser frustrados (Jó 42.2 e Os 6.3).

E a melhor forma de se fazer isto é conhecendo a Jesus Cristo, pois, como Ele mesmo nos diz: quem vê a mim, vê ao Pai (Jo 14. 6-12). E quem NEle encontra o Pai descobre e vive os propósitos outrora ocultos desde os tempos antigos, amém, amém (Mt 13.11; Lc 10.22; Jo 12.44-45 e Jo 15.15;Ef 1.9; Cl 1.26 e 2.2)!

Rev. Cleber B. Gouveia

Um comentário:

  1. Graça e paz!
    Vim conhecer seu Blog e quero te parabenizar pela bênção que pude ver aqui.
    Já estou seguindo.
    Venha dar a honra de sua visita no PASTORAGENTE.BLOGSPOT.COM e, se quiser seguí-lo, vai ser uma alegria para mim.
    Lá eu exponho da forma mais realista e divertida possível as situações, dúvidas e experiências de uma simples pastora como eu.
    Fique na paz e um 2010 abençoado para você e toda sua família.
    Abração!!!

    ResponderExcluir